Sinsap e Fenaspen se reúnem para ações políticas que serão adotadas em 2018

 O Presidente do Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária (Sinsap/MS) André Luiz Santiago e o presidente da Fenaspen (Federação Nacional Sindical dos Agentes Penitenciários), Fernando Anunciação reuniram-se, nesta quarta feira (24) para discutir sobre as políticas que serão adotadas nesse ano, tais como a PEC 372/17 - Polícia Penal e reforma previdenciária.

Segundo o diretor da Sinsap, André Luiz Santiago, a PEC da polícia penal teve um avanço através da participação coletiva, nossa luta em 2018 é também pela reforma da previdência, pois ainda não garantiram regras adequadas ao caráter de periculosidade da nossa profissão, portanto estamos contra esse projeto.

Em busca de mais melhorias para a nossa categoria, os agentes através das representatividades sindicais, estarão participando de uma reunião com o ministro Elizeu Padilha, na cidade de Brasília, no próximo dia 5. Estarão presentes também na segunda Audiência Pública sobre a PEC 372/17, na capital distrital, no dia 28 de fevereiro.

Para o presidente da Fenaspen, Fernando Anunciação, é de suma importância esse encontro, um desenvolvimento de ações muito relevantes para toda a categoria, uma mobilização para convencer as autoridades para aprovação da PEC .

PEC 372/17

A PEC cria as polícias penais federal, estaduais e distrital. A mesma acrescenta essas policias ao rol dos órgãos do sistema de segurança pública e determina como competência dessas novas instâncias a segurança dos estabelecimentos penais e a escolta de presos. A intenção é liberar as polícias civis e militares das atividades de guarda e escolta de presos, em desvio de função

A categoria será responsável pela defesa dos estabelecimentos penais e a escolta de presos, estando vinculadas às secretarias de segurança pública do estado ao qual pertencem.