Sinsap pede a retirada dos agentes do projeto de PrevidĂȘncia Complementar

 

Nesta quarta-feira (12), o Sindicato dos Agentes Penitenciários de Mato Grosso do Sul solicitou à Assembleia Legislativa a retirada dos agentes penitenciários do Projeto de Previdência Complementar. O pedido foi apresentado pelos deputados estaduais Amarildo Cruz, Cabo Almi, João Grandão e Pedro Kemp. Segundo o presidente do Sinsap-MS, André Luiz Santiago, devido o rísco da profissão o servidor penitenciário precisa ser revisto. “Esperamos que os legisladores observem que somos considerados a segundo pior profissão do mundo devido aos ríscos e as condições de trabalho inadequadas. É necessário que o nosso trabalho seja reconhecido e que sejamos valorizados”, declarou.
 
Além do Sinsap o Sinpol também solicitou a retirada dos policiais civis da emenda. O projeto propõe que os servidores públicos estaduais que ingressarem no Serviço Público a partir da publicação da Lei, que receberem salário acima do teto do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) – R$ 5.645,80 – e que quiserem manter o valor da remuneração atual na aposentadoria, terão que aderir à previdência complementar.