Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária de MS



Durante mobilização Nacional manifestantes demonstram insatisfação com administração Estadual


Karen Andrielly
30 Jun 2017

Durante mobilização Nacional manifestantes demonstram insatisfação com administração Estadual

Mais um dia é marcado por mobilização na Capital. Os Agentes Penitenciários se uniram com as demais categorias para protestar contra o cenário político Nacional e as reformas. Ao todo 4 mil   manifestantes representaram o Estado na mobilização Nacional, com o tema “Vamos Parar o Brasil”. Os protestantes aproveitaram a oportunidade e demonstraram a insatisfação com a administração estadual, que não tem valorizado o servidor, como prometido em campanha. O governo de Reinaldo Azambuja, tem deixado a desejar em relação ao funcionalismo público. Além de utilizar de forma indevida mais de R$ 33 milhões do fundo previdenciário dos servidores, fez uma negociação absurda em que pagará em 60 vezes, o dinheiro retirado de forma ilicita. “ O que o governador está fazendo é ilegal. Ele não pode utilizar os recursos previdenciários e depois fazer um acordo, em que deixará a dívida pra outra gestão. Sabemos que muitos políticos no cenário nacional por ações bem menores, responderam por crime administrativo, no nosso Estado não pode ser diferente. Azambuja alega que existe um rombo na previdência, e por isso é necessário aumentar tributação, e está certo, rombo causado pela má gestão, o que resume em improbidade administrativa”, afirma o presidente do Sinsap, André Luiz Santiago.

 

O governo que dizia que uma das principais metas de seu governo seria a valorização dos servidores, tem relutado para dar o reajuste salarial. No início do ano o Executivo tinha informado que o índice salarial era de reajuste zero, no entanto, com intensas mobilizações unificadas das categorias, o Governo do Estado continuou a negociação e informou que o reajuste dependia de tratativas que estão sendo feitas com o Governo Federal, envolvendo a renegociação de dívidas, entre elas valores relacionados ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), e também de compensação por perdas com a Lei Kandir, que isenta de imposto produtos primários exportados. O caso da renegociação das dívidas do BNDES já foi aprovado pelo Senado, o que significa que o governo não tem mais empecilho para oferecer o reajuste.

 

Vale destacar que os servidores já estão há dois anos sem receber aumento, onde nem o abono sofreu reajuste, com uma inflação acumulada de 2015 a 2017 de 23,44%. INPC/IBGE

 

Portanto, na próxima segunda-feira (3), será mais um dia de intensas mobilizações, já que está marcado uma nova reunião com a Comissão que representa os 40 mil servidores estaduais. O Sinsap convoca os servidores que estiverem de folga para uma mobilização ás 13 horas em frente a Governadoria durante a reunião. A mobilização tem o intuito de pressionar o governo para que dê o fator maior que o inflacionário.

“ Vivemos um cenário que o sindicato precisa mostrar força, e a força do sindicato, é a participação de cada um para que tenhamos êxito na conquista da valorização do servidor. Termos que lutar por nós mesmos.”, concluiu Santiago.

 


Fonte: Ascom Sinsap

Imprimir Página








Galeria de Imagens
Mural de Recados
Mais Recados


Enquete

Quais as maiores dificuldades no seu dia a dia enquanto profissional?...






      Resultado
Rua Vicentina Coelho Neto, S/N, Quadra 24, Lote 25
Bairro: Vivendas do Parque (Saída para Três Lagoas) - CEP: 79.044-172 / Campo Grande /MS
67 3325-2401
67 3325-2291