Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária de MS




Karen Andrielly
10 Out 2017

Mobilização tem 90% de adesão

Durante toda essa semana os servidores penitenciários estão trabalhando segundo o que prevê a resolução do Conselho Nacional de Politica Criminal e Penitenciária, que determina um agente para cada cinco presos, com isso padronizaram as rotinas dentro das unidades. O movimentos já está com quase 90% de adesão em todo o estado.

 

Vale ressaltar que essa medida não se trata de greve já que todos os servidores estão trabalhando e atendendo todos os setores. “Não estamos em greve, estamos apenas cumprindo oque determina a lei e garantindo a segurança nas unidades. Todos os servidores estão trabalhando respeitando a resolução e isso deixa alguns procedimentos mas lentos, mas quem deve ser cobrado por isso é governo que não possui um quantitativo necessário para suprir as demandas do Sistema”, explica o presidente do Sinsap, André Luiz Santiago.

 

A medida foi adotada pela categoria como forma de pressionar o governo por melhores condições de trabalho e valorização profissional.

 

O presidente ainda falou sobre as ameaças e as coerções que os servidores estão sofrendo. “O Sindicato recebeu diversas denúncias de ameaças e outras formas de coagir o agente, mas afirma que a entidade que representa a classe está atenta para protegê-los e defendê-los, o Sinsap oferecerá todo o respaldo necessário para garantir ao servidor o direito de lutar pelos seus direitos, vivemos em um país democrático e a constituição nos garante”, enfatiza André.

 

 

Em Assembleia ficou definido que a mobilização acontecerá em dois momentos primeiro com a adotação dos protocolos de atendimento e já a partir do dia 16 o início da paralisação por tempo indeterminado, paralisando qualquer atividade nas unidades. Este é um momento único que a categoria tem que se unir contra um governo que desde o princípio não foi transparentes e não respeitou o servidor desde o princípio”, conclui Santiago.


Fonte: Ascom Sinsap

Imprimir Página








Galeria de Imagens

Assembleia e mobilização

Durante Assembléia que ocorreu nesta terça-feira (12), na sede do Sinsap, cerca de 300 Agentes Penitenciários recusaram em um único coro a proposta de reajuste salarial de 2,94 feita pelo governo. Na ocasião os servidores também discutiram futuras mobilizações e uma possível paralisação devido a falta de cumprimento dos acordos realizado pelo governo, entre eles o reposicionamento de classe com critério de tempo de serviço, e devido a falta de condições de trabalho, e as constantes ameaças. “ Precisamos lutar juntos, e agora é a hora de dar uma resposta ao governo pelo descaso com o servidor, queremos reconhecimento salarial, o cumprimento do acordo, melhores condições de trabalho e respaldo a vida do servidor que tem sofrido constantes ameaças e o governo não tem tomado os procedimentos necessários para salva guardar o agente, enquanto isso vivemos a espera de milagres”, ressaltou o presidente do Sinsap, André Luiz Santiago.

21 Set 2017
Mural de Recados
Mais Recados


Enquete

Quais as maiores dificuldades no seu dia a dia enquanto profissional?...






      Resultado
Rua Vicentina Coelho Neto, S/N, Quadra 24, Lote 25
Bairro: Vivendas do Parque (Saída para Três Lagoas) - CEP: 79.044-172 / Campo Grande /MS
67 3325-2401
67 3325-2291