Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária de MS



Santiago visita unidades para esclarecer dúvidas sobre suspensão da paralisação


Karen Andrielly
24 Out 2017

Santiago visita unidades para esclarecer dúvidas sobre suspensão da paralisação

O presidente do Sindicato, André Luiz Santiago está percorrendo as unidades do Estado para sanar dúvidas sobre as medidas que levaram o Sinsap a suspender a paralisação no último fim de semana. Com o intuito de esclarecer, dar transparência e demonstrar respeito com toda a classe Santiago, iniciou uma série de reuniões nos presídios, começando por Corumbá.

 

Na ocasião o representante sindical falou sobre os fatores motivacionais que levaram a adotar esta postura. “O Sinsap tinha recebido uma série de notificações judiciais, até mesmo onde eu tinha o risco de ser preso, mas, mesmo assim, estávamos mantendo a mobilização. Mas quando veio a decisão judicial que determinou que os servidores voltassem a exercer a rotina sob pena de prisão a todos os agentes que descumprissem a ordem, além da multa diária de R$ 500 reais para cada; percebemos após uma longa conversa com a assessoria jurídica, que o mais correto a fazer era suspender a paralisação”, explicou Santiago.

 

O presidente do Sinsap ressaltou ainda que a mobilização foi muito importante pois demonstrou a união e a força da categoria. “Esse foi um momento único para classe e acredito que agora estamos em um novo nível. A categoria mostrou união e provou sua força para muitos que não acreditavam. Com isso as autoridades compreenderam que lutaremos com toda garra pelos nossos direitos, e essa postura abriu porta para um novo diálogo com o governo, por isso é de extrema relevância que a categoria se mantenha firme e unida nesse momento”, enfatizou.


Fonte: Ascom Sinsap

Imprimir Página








Galeria de Imagens

Assembleia e mobilização

Durante Assembléia que ocorreu nesta terça-feira (12), na sede do Sinsap, cerca de 300 Agentes Penitenciários recusaram em um único coro a proposta de reajuste salarial de 2,94 feita pelo governo. Na ocasião os servidores também discutiram futuras mobilizações e uma possível paralisação devido a falta de cumprimento dos acordos realizado pelo governo, entre eles o reposicionamento de classe com critério de tempo de serviço, e devido a falta de condições de trabalho, e as constantes ameaças. “ Precisamos lutar juntos, e agora é a hora de dar uma resposta ao governo pelo descaso com o servidor, queremos reconhecimento salarial, o cumprimento do acordo, melhores condições de trabalho e respaldo a vida do servidor que tem sofrido constantes ameaças e o governo não tem tomado os procedimentos necessários para salva guardar o agente, enquanto isso vivemos a espera de milagres”, ressaltou o presidente do Sinsap, André Luiz Santiago.

21 Set 2017
Mural de Recados
Mais Recados


Enquete

Quais as maiores dificuldades no seu dia a dia enquanto profissional?...






      Resultado
Rua Vicentina Coelho Neto, S/N, Quadra 24, Lote 25
Bairro: Vivendas do Parque (Saída para Três Lagoas) - CEP: 79.044-172 / Campo Grande /MS
67 3325-2401
67 3325-2291